FESTA JUNINA

  • Início > FESTA JUNINA
  • + Sobre a Festa Junina
    + Culinária Típica
    + Atrações

    Para comemorar 40 anos de fundação, o GAMT (Grupo de Assessoria e Mobilização de Talentos) preparou uma edição especial de sua tradicional festa junina. O evento, beneficente, é realizado há 30 anos com o objetivo de arrecadar fundos para manutenção dos projetos da instituição.

    Começou em 1985 como uma pequena quermesse com algumas barraquinhas e muita alegria, congregando o trabalho de voluntários e associados do GAMT. A base da festa eram as barracas de comida típica e as brincadeiras.
    Aos poucos, foi crescendo e transformou-se numa das mais tradicionais festas juninas da região, com público de até 2.000 pessoas por dia. Neste ano, será realizada durante dois finais de semana: nos dias 3, 4, 5, 6, 7; 12, 13 e 14 de junho, na sede do GAMT (Rua Nações Unidas, 250, Jardim Santo Antônio). A entrada é gratuita.

    A principal marca da festa é a manutenção das características originais. O evento faz parte dos vários projetos culturais e educacionais desenvolvidos pelo GAMT.
    Elementos como música, culinária e danças típicas dos festejos juninos continuam tendo espaço garantido no evento.
    A programação musical é cuidadosamente preparada e abriga grupos, trios e cantores que representam de forma significativa a cultura popular brasileira
    Outro destaque da programação é a culinária, que tem como estrela principal o famoso bolinho caipira, iguaria que é uma marca da cultura popular do Vale do Paraíba e que, ao longo destes 30 anos, tornou-se símbolo da Festa Junina do GAMT.

    Além do caráter beneficente, a festa contribui para a valorização e preservação da cultura popular da região. Ações de preservação da religiosidade, característica da tradição das festas juninas, também fazem parte do evento. Mastro e capelinha em louvor aos santos do ciclo junino integram a decoração do espaço, em meio a bandeirinhas e balões coloridos.
    As apresentações de quadrilhas animam a programação desde os primeiros anos da festa. A programação reúne grupos formados por jovens integrantes dos projetos da instituição e quadrilhas convidadas.
    Além de voluntários, o evento conta atualmente com diversos parceiros a apoiadores que contribuem para sua realização.
    Toda a renda obtida com a Festa Junina é destinada ao custeio das despesas da Instituição para operação dos diversos projetos sociais, educativos e esportivos que desenvolve. Cerca de 700 pessoas são beneficiadas, por semestre, pelas iniciativas do GAMT.

    Contato: (12) 3652-8015

    A culinária típica do Vale do Paraíba é um dos destaques da programação da  Festa Junina do GAMT. Todos os dias, o evento exibe um diversificado cardápio de sabores. Entre as atrações está o tradicional bolinho caipira, que há 30 anos é destaque na festa. A receita é antiga. Segundo historiadores, data da época da colonização e aos poucos foi ganhando identidade própria em Caçapava.

    O diferencial nesta receita é que a carne, em vez de recheio, entra como tempero da massa do bolinho.

    Outro atrativo da festa é o almoço beneficente que acontecerá aos domingos, nos dias 7 e 14 de junho, a partir das 11h30.

    O cardápio inclui dois pratos típicos da culinária regional. No dia 7, o destaque é o afogado, seguindo a receita tradicional dos tropeiros: um ensopado preparado com carne de vaca e servido com farinha de mandioca. Acompanha arroz branco.

    O prato é característico da cozinha do interior paulista, sendo uma receita muito difundida no Vale do Paraíba, especialmente nas festas religiosas, como a do Divino, em São Luiz do Paraitinga. Historiadores afirmam que o prato teria surgido no século 18, durante as viagens dos tropeiros que cruzavam a região em busca de ouro em Minas Gerais. Além de forte, o prato era de fácil preparo. Mais tarde, foi incorporado ao cardápio das festas populares e religiosas, tornando-se um prato muito apreciado nesses eventos.

    No dia 14, também a partir das 11h30, o almoço da festa terá como prato principal a galinhada.

    Todas as noites, nas barraquinhas espalhadas pela festa, é possível encontrar ainda uma diversidade de outros sabores típicos da região e das celebrações juninas. Destaque para as receitas à base de milho, com curau, bolos e pamonhas. Além de doces, salgados e bebidas como os tradicionais quentão e vinho quente.

    Patrocínio:

    Rua Nações Unidas, 250 - Vila São João Caçapava/SP

    (12) 3652 8015

    Desenvolvido por Loud Design