Últimas notícias

  • Início > Notícias > Orquestra Jovens Urbanos realiza ensaios semanais no GAMT
  • Orquestra Jovens Urbanos realiza ensaios semanais no GAMT
    21 de março de 2018



    Ensaio de Naipe

    A Orquestra Jovens Urbanos, projeto desenvolvido pelo GAMT – Grupo de Assessoria e Mobilização de Talentos, realizou na quarta-feira (14) o segundo ensaio geral sob comando do maestro Cesar Pimenta. São realizados dois encontros semanais, na sede do GAMT. Às segundas-feiras, os professores de sopro e de cordas friccionadas fazem ensaios específicos com cada grupo. Às quartas-feiras ocorre o ensaio geral.

    César Pimenta, regente e diretor artístico da orquestra, que escreveu onze arranjos para o repertório,  confessa que desde os primeiros encontros com os músicos, há duas semanas, ficou surpreso com a qualidade técnica dos jovens. “Vi que dá para exigir muito mais porque o nível deles é alto”, afirma.

    A Orquestra Jovens Urbanos reúne estudantes de música, de 16 a 24 anos de idade, de diversas cidades da Região Metropolitana do Vale do Paraíba. O projeto, que conta com apoio da CCR NovaDutra através do Instituto CRR, por meio da Lei Rouanet, é uma iniciativa do GAMT que tem por objetivo criar oportunidades para que estudantes de música da região possam tocar profissionalmente em uma orquestra.

    O maestro ressalta a importância do projeto justamente por oferecer oportunidade a jovens músicos que, embora já integram outros conjuntos musicais na região, ainda precisam ser preparados para integrar uma orquestra profissional. “Para se chegar a uma orquestra profissional, é preciso passar por uma orquestra intermediária. É aqui que eles são lapidados para tocar no conjunto, em uma orquestra profissional. Nosso trabalho é moldar isso”, diz ele.

    Para os jovens músicos, a Orquestra Jovens Urbanos é uma importante oportunidade para seguirem na carreira musical. “Existem poucas orquestras jovens, especialmente fora das capitais. Meu próximo passo seria ir tentar em São Paulo. Fiquei muito empolgado quando soube do projeto, foi um ânimo a mais”, conta Lucas Rodrigues dos Santos, 20 anos, violinista de Tremembé.

    Ivanildo Jesus, 23 anos, violinista de Taubaté, diz que também ficou muito animado com a oportunidade de fazer parte de uma orquestra jovem na região. “Existem poucas ofertas para esta faixa, para quem está transitando entre o iniciante e o profissional. Subsidiar música é caro. Existe pouca oferta de vagas, geralmente as melhores estão nas capitais. Então projetos como este cumprem um papel de democratizar o acesso à música, tanto para o músico quanto para o público”, afirma ele.

    Tiago de Oliveira, 23 anos, violoncelista de Taubaté que já toca em outras orquestras, concorda com a opinião de Ivanildo e também avalia que o número de jovens e bons músicos é bem maior que a oferta de vagas em orquestras. Por isso, diz ele, “quanto mais projetos como este existirem, melhor para a música, melhor para os músicos”.

    Os músicos que hoje integram a Orquestra Jovens Urbanos foram selecionados por meio de edital. Os contratados recebem uma bolsa-auxílio de estímulo à arte no valor de R$ 500 mensais, no período inicial de 01 de março a 31 de maio.

    Além da rotina de ensaios, a orquestra cumprirá também calendário de apresentações públicas em espaços da região.

     

    Rua Nações Unidas, 250 - Vila São João Caçapava/SP

    (12) 3652 8015

    Desenvolvido por Loud Design